O que é switchgear e como ele funciona?

Aparelhagem refere-se a equipamentos elétricos que regulam o fluxo de eletricidade dentro de um sistema elétrico. Ele é usado por provedores de serviços públicos e instalações privadas por dois motivos: para evitar sobrecargas e curtos-circuitos e para desenergizar circuitos para teste e manutenção. Os tipos mais conhecidos de aparelhagem são os disjuntores e fusíveis, que interrompem o fluxo de eletricidade para um circuito quando sua corrente se torna muito alta; e interruptores de transferência de energia, que transferem uma fonte de eletricidade de um edifício de uma fonte primária para uma fonte secundária, como acessar a energia do gerador durante uma queda de energia.

Tipos básicos de interruptores

O quadro é inicialmente categorizado de acordo com sua tecnologia de interrupção, o método pelo qual extingue seu arco elétrico. Usando esta categorização, existem cinco tipos de engrenagens disponíveis no mercado atual: disjuntores de óleo, que vaporizam o óleo para enviar um jato de óleo através de um arco; quebras de gás (SF6), que esticam um arco e depois contam com o SF6 para extingui-lo; quebras de vácuo, que extinguem seu arco comparativamente pequeno esticando-o; quebras de ar, que normalmente usam um sopro de ar para extinguir um arco; e quebras híbridas, que utilizam mais de um tipo de tecnologia de quebra para extinguir um arco, como gás e ar.

Classificações adicionais que afetam a escolha do equipamento

Dentro das classificações acima estão as subclassificações que também determinam que tipo de equipamento é instalado em determinadas instalações e como é feito a manutenção. Além da tecnologia de interrupção, os disjuntores têm pelo menos mais oito classificações: padrão de interrupção (fazer antes de quebrar/interromper antes de fazer, interrupção de circuito ou isolação); nível de tensão (baixo, médio ou alto); tipo de construção geral (industrial, utilidade, marinha, etc.); meio isolante (ar, gás, óleo, etc.); método de operação (manual, motor ou energia armazenada); tipo de corrente (alternada ou direta); tipo de aplicação (transmissão ou distribuição); e finalidade da operação (isolamento, interrupção de carga ou aterramento).

A importância da manutenção da engrenagem do interruptor do gerador

Independentemente do tipo de disjuntor que uma instalação emprega, sua manutenção adequada é crucial para a segurança do trabalhador e a preservação dos ativos, pois equipamentos elétricos defeituosos são uma causa comum de incêndios fatais que destroem instalações comerciais. No entanto, atenção especial é muitas vezes dada à manutenção dos interruptores do gerador devido ao seu papel crítico na produção de energia de emergência, alternando a fonte de eletricidade de uma instalação do fornecimento comercial para o fornecimento do gerador no caso de uma interrupção e vice-versa quando o fornecimento comercial é retomado.

Em muitos casos, as instalações confiam a manutenção de seus interruptores a um fornecedor de soluções de energia industrial especializado em atender geradores de emergência, tanto com manutenção de rotina quanto com retrofit, este último quando um gerador mais antigo precisa de pequenas atualizações tecnológicas e não de substituição completa. Para saber mais sobre qual tipo de equipamento é adequado para sua instalação, entre em contato hoje mesmo com um fornecedor de soluções de energia industrial.



Source by Mike Barone

Comments